França aplica nível de alerta de atentado para Nice

O premiê Manuel Valls explicou na Assembleia Nacional que decidiu ativar este nível em Nice pelo risco da falta de ação causar novos ataques

Paris – O primeiro-ministro da França, Manuel Valls, anunciou nesta quarta-feira que, após o ataque com faca cometido ontem por um homem contra três militares em Nice, o nível “alerta de atentado” do plano antiterrorista do país foi aplicado na cidade mediterrânea.

O nível máximo de alerta, ativo também na região de Île-de-France, na qual se encontra Paris, significa uma ameaça iminente, medidas excepcionais e um aumento da vigilância das principais infraestruturas e de lugares e pessoas com maior risco de sofrer atentados.

Valls explicou na Assembleia Nacional que decidiu ativar este nível em Nice pelo risco da falta de ação causar novos ataques, e disse que o alerta será mantido “o tempo que for necessário”, com meios militares “sem precedentes” e não detalhados.

Em toda França, segundo o chefe do governo, há 830 pontos “sensíveis” especialmente vigiados, 30 deles em Nice.

O ataque de ontem aconteceu contra três militares que protegiam um centro judaico na cidade.

O agressor, um homem de 30 anos, tinha mostrado sinais de radicalização no final de 2014 e era vigiado pelos serviços secretos desde então.

O agressor, Moussa Coulibaly, que foi interrogado hoje por agentes da Subdireção Antiterrorista (SDAT), já tinha prestado depoimento após voltar da Turquia em dezembro, mas não foram encontrados elementos para levá-lo a julgamento.

As investigações continuam agora para constatar o que ele fazia em Nice, pois a princípio não tinha contatos na cidade mediterrânea.