Fortes chuvas levam alívio a áreas devastadas por incêndios na Austrália

Chuvas auxiliam os bombeiros no combate aos incêndios que já queimaram mais de 80 mil quilômetros quadrados desde setembro de 2019

Sydney — Fortes chuvas proporcionaram nesta segunda-feira algum alívio em algumas das áreas devastadas pelos incêndios florestais na Austrália, ao mesmo tempo em que o granizo causou graves danos em Camberra.

Chuvas fortes caíram sobre a região de East Gippsland, uma das áreas mais atingidas pelos incêndios no estado de Victoria, no sudeste, e chegou à costa sul e às Snowy Mountains, que têm sido devastadas pelas chamas, especialmente desde a véspera do Ano Novo.

Em Camberra, o granizo do tamanho de bolas de tênis causou danos a veículos e árvores, enquanto no oeste de Sydney as esferas eram menores, do tamanho de bolas de golfe.

Também nas Blue Mountains, cerca de 100 quilômetros a oeste de Sydney, duas pessoas foram hospitalizadas após terem sido atingidas por um raio, embora estejam em condições estáveis.

No estado de Queensland, no nordeste da Austrália, ventos fortes e tempestades têm causado inundações em diversas áreas ao redor da cidade de Brisbane, especialmente na área turística da Gold Coast.

Durante o fim de semana, chuvas torrenciais forçaram os trabalhadores do Parque dos Répteis, cerca de 70 quilômetros ao norte de Sydney, a abrigar seus coalas, dado que os níveis de água onde estão os répteis quase ultrapassaram as cercas de controle, de acordo com imagens divulgadas no Twitter.

No domingo, também houve tempestades de areia entre as cidades interiores de Dubbo e Broken Hill, cerca de 300 a 930 quilômetros a noroeste de Sydney, respectivamente.

As chuvas trouxeram algum alívio aos bombeiros que tentam conter os incêndios que ardem desde setembro passado e queimaram mais de 80 mil quilômetros quadrados de terra e mataram cerca de 29 pessoas, assim como os agricultores do interior, que sofrem com uma das piores secas do país.

Mas as condições são temporárias, pois espera-se que as temperaturas subam na próxima quarta-feira e na quinta, pelo que o alerta de perigo de incêndio foi ativado para esses dias, antes de voltar a chover na sexta.

A temporada de chamas na Austrália ainda está em pleno andamento, pois as temperaturas de verão continuarão altas, especialmente no estado de Victoria, onde fevereiro é geralmente o período mais quente. Nesse mês, há quase 11 anos, ocorreu o pior incêndio da história do país, matando 173 pessoas.