Fortes chuvas deixam 20 mortos no norte do Paquistão

Diversos meios da imprensa local calculam 22 vítimas fatais em vários incidentes relacionados com as chuvas de monção que aumentam há uma semana

Islamabad – Pelo menos 20 pessoas morreram nas últimas horas por causa do transbordamento de rios e dos deslizamentos de terra produzidos pelas intensas chuvas que caíram no norte do Paquistão, informou uma fonte oficial à Agência Efe nesta quinta-feira.

“Há 13 mortes confirmadas na Caxemira (na parcela sob controle paquistanês) e algumas na província de Khyber Pakhtunkwa. No total, cerca de 20 falecidos nas últimas horas”, disse o chefe da Autoridade Nacional de Gestão de Desastres (NDMA), Zafar Iqbal.

Diversos meios da imprensa local calculam 22 vítimas fatais em vários incidentes relacionados com as chuvas de monção que aumentam há uma semana em várias áreas do norte do país.

Diante da previsão de que as fortes chuvas prossigam por pelo menos mais dois dias, as autoridades alertam do risco de que as inundações se estendam mais ao sul das bacias de alguns dos grandes rios que percorrem o país de norte a sul.

Há dois anos, o Paquistão viveu as piores inundações de sua história, que deixaram mais de 20 milhões de afetados e cerca de dois mil mortos.