Forte terremoto deixa 8 mortos na Guatemala

O terremoto de magnitude 7,4 também foi sentido no país vizinho El Salvador e no populoso México

Cidade da Guatemala – Um forte terremoto na Guatemala deixou nesta quarta-feira oito mortos e vários feridos devido ao desmoronamento de moradias no norte do país, que teve o estado de emergência declarado pelas autoridades após sofrer seu pior tremor em 36 anos.

O terremoto de magnitude 7,4 também foi sentido no país vizinho El Salvador e no populoso México, onde houve esvaziamento de edifícios, mas sem registro de danos ou vítimas.

O epicentro do terremoto foi no mar, 24 quilômetros a sudoeste do povoado portuário de Champerico, segundo dados do Serviço Geológico dos Estados Unidos.

“Neste momento se declara alerta vermelho em todo o território nacional”, disse o presidente da Guatemala, Otto Pérez Molina.

O coordenador dos bombeiros municipais, Cecilio Chacaj, confirmou que oito pessoas –sete homens e uma mulher– morreram devido ao desmoronamento de suas casas em cidades diferentes do Departamento de San Marcos, fronteiriço com o México.


Também houve feridos em consequência dos deslizamentos de terra sobre estradas em áreas montanhosas.

O terremoto desta quarta-feira foi o pior sofrido pela Guatemala desde 1976, quando um tremor de magnitude 7,5 causou a morte de cerca de 20 mil pessoas.

Na capital, dependências do governo e casas foram esvaziadas.

“Foi grandíssimo. Fiquei bem tonta”, disse Vanessa Castillo, uma secretária de 38 anos que foi obrigada a abandonar o prédio de 10 andares onde trabalha, junto com outras pessoas.

Em El Salvador, muitos moradores deixaram suas casas e locais de trabalho e saíram às ruas, mas não havia informações de danos graves, nem de vítimas.

Na populosa Cidade do México, alguns edifícios deram ordem de retirada e atividades foram suspensas, porém sem relatos imediatos de estragos. Serviços como metrô e energia elétrica funcionavam normalmente.

“Foi sentido de maneira intensa em boa parte da cidade … Sistemas estratégicos estão funcionando”, afirmou o prefeito da capital mexicana, Marcelo Ebrard, em sua conta no Twitter.

O Centro de Alerta de Tsunami do Pacífico informou que um tsunami bem pequeno foi registrado na costa da Guatemala, acrescentando que havia risco de danos localizados num raio de 100 quilômetros.