Forte nevasca impede aviões de decolarem de Moscou

É a primeira vez, desde 1966, que cai tanta neve em Moscou neste período

Na madrugada de hoje (2), a capital da Rússia registrou a maior nevasca em meio século. Os dados são do centro meteorológico Fobos, com sede em Moscou.

“Caíram 24 milímetros de neve, ou seja, 70% da norma mensal, que constitui 34 milímetros”, disse uma fonte no Fobos.

É a primeira vez, desde 1966, que cai tanta neve em Moscou neste período. Em 1966, a precipitação foi de 22,2 milímetros.

A nevasca provocou engarrafamentos nas vias públicas e cancelamento de voos nos aeroportos de Moscou – um total de 111 aviões ficaram sem sair da pista.

Foram cancelados 10 voos no aeroporto de Domodedovo (ao sul da cidade), quatro no aeroporto de Vnukovo (sudoeste) e 97 no aeroporto de Sheremetyevo, ao norte.

As autoridades do Sheremetyevo acabam de emitir um comunicado dizendo que o funcionamento do aeroporto foi retomado em regime normal.