Forças iraquianas lançam nova ofensiva contra o EI

Corpo de segurança anunciou, em comunicado, que a ofensiva começou às 5h local (21h, em Brasília)

Bagdá – As Forças de Segurança iraquianas iniciaram nesta segunda-feira uma nova operação para libertar a província ocidental de Al-Anbar do controle do grupo terrorista Estado Islâmico (EI), informou o Comando de Operações Conjuntas do Iraque.

O corpo de segurança anunciou, em comunicado, que a ofensiva começou às 5h local (21h, em Brasília) e que nela participam, além do Exército iraquiano, a Polícia Federal, as forças especiais, as milícias xiitas Multidão Popular e milicianos tribais sunitas de Al-Anbar.

A nota informa que as forças avançam rumo a alvos determinados no plano, sem oferecer mais informações.

Esta nova ofensiva sucede à lançada na mesma província pelas forças iraquianas e as milícias xiitas no final do mês passado de maio, que não alcançou suas pretensões.

Seu principal objetivo é recuperar a capital, Ramadi, arrebatada do Exército iraquiano pelos jihadistas em 17 de maio em uma operação relâmpago que forçou a fuga precipitada dos soldados iraquianos.

O EI controla várias cidades de Al-Anbar, incluído Ramadi e Faluja, chegando inclusive até os limites com a Síria.

Al-Anbar é a província mais vasta do Iraque, com cerca de um terço de seu território, e é fronteiriça com a Arábia Saudita, Jordânia e Síria.

O Iraque enfrenta desde junho de 2014 uma cruel guerra contra o EI, que conquistou amplas zonas do território e proclamou um califado em território deste país e da vizinha Síria.