Forças de segurança conseguem controlar distúrbios no Cairo

Os enfrentamentos causaram a morte de pelo menos vinte pessoas e deixaram setenta feridos

Cairo – A polícia e o exército conseguiram controlar os enfrentamentos ocorridos nas imediações do Ministério da Defesa do Egito, no Cairo, que causaram a morte de pelo menos vinte pessoas e deixaram setenta feridos, segundo uma fonte do serviço de segurança do país.

A fonte disse à Agência Efe que as forças de segurança conseguiram se colocar entre os agitadores, conhecidos como ‘baltaguiya’, e os manifestantes, a maioria salafistas, que desde a madrugada passada se enfrentavam nos arredores do ministério.

Mesmo assim, ainda ocorrem choques isolados, quando grupos de homens lançam pedras. A televisão egípcia mostrou imagens da batalha, nas quais apareciam focos de incêndio e fumaça provocada por bombas de gás lacrimogêneo.

Também mostravam grupos de pessoas que lançavam pedras e objetos, algumas em cima do terraço de prédios.

Desde sexta-feira, seguidores do xeque salafista Hazem Abu Ismail protestam nas imediações do ministério contra a decisão da Comissão Eleitoral de rejeitar sua candidatura às eleições presidenciais. Jovens que pedem a renúncia da Junta Militar no poder também se encontravam no local.

Dois candidatos islâmicos, o moderado Abdelmoneim Abul Futuh e Mohammed Mursi, este último da Irmandade Muçulmana, suspenderam hoje suas campanhas eleitorais em protesto pelos distúrbios.