Forças curdas repelem novo ataque jihadista perto de Mossul

Segundo o comandante dos "peshmergas" em Majmur, nos confrontos morreram pelo menos 13 jihadistas e um combatente curdo

Mossul – As forças curdo-iraquianas “peshmerga” repeliram um novo ataque de combatentes do grupo Estado Islâmico na região de Majmur, situada a 80 quilômetros a sudeste da cidade iraquiana de Mossul, capital da província de Ninawa.

Segundo disse à Agência Efe o comandante dos “peshmergas” em Majmur, Rashad Kalali, nos confrontos morreram pelo menos 13 jihadistas e um combatente curdo, além de nove peshmergas terem ficado feridos.

Rashad explicou que os homens armados do Estado Islâmico (EI) atacaram simultaneamente várias povoações do sul de Majmur, como Al “Gara”, Murtafaat Tel al Rim e Yarala.

A região de Majmur sofreu nas últimas semanas vários ataques das forças do autoproclamado califado do Estado Islâmico, que foram contidas pelas forças curdas apoiadas pela aviação da coalizão internacional comandada pelos Estado Unidos.

Os jihadistas do EI lançaram nos últimos dias várias ofensivas contra as posições curdas nos arredores de Mossul, seu principal reduto no Iraque e que o EI controla desde junho de 2014.