Força curdo-árabe inicia ofensiva contra EI na Síria

O Observatório Sírio de Direitos Humanos destacou que as FSD tomaram nas últimas horas o controle de quatro povoados

Beirute – As Forças da Síria Democrática (FSD), uma aliança armada curdo-árabe, iniciaram nesta quarta-feira uma ofensiva contra as áreas controladas pelo grupo terrorista Estado Islâmico (EI) na província nordeste de Al Hasaka.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos destacou que as FSD tomaram nas últimas horas o controle de quatro povoados dos arredores da cidade de Al Hul, nas mãos dos extremistas, e se dirigem a Al Shadadi, o principal reduto do EI na província.

Paralelamente, a coalizão internacional, liderada pelos Estados Unidos, lançou vários bombardeios contra os radicais em Al Shadadi e na região de Masaken al Yabsa, na periferia dessa cidade.

As FSD, que recebem apoio de Washington, coordenam seus ataques terrestres com a coalizão, que oferece cobertura aérea.

Por enquanto, o grupo curdo-árabe, que foi criado em outubro, não anunciou oficialmente o começo desta ofensiva em Al Hasaka.

Ontem, pelo menos 15 pessoas morreram e outras 20 ficaram feridas em um bombardeio de aviões da coalizão internacional em Al Shadadi.

Em novembro as FSD avançaram em Al Hasaka e conquistaram várias áreas nas imediações de Al Hul.