Fogo em plataforma de petróleo no Golfo deixa desaparecidos

Risco ao meio ambiente é baixo e fogo já foi extinto

Houston/Nova York – Uma plataforma de petróleo no Golfo do México operada pela Black Elk Energy, sediada em Houston, ficou em chamas nesta sexta-feira, deixando pelo menos duas pessoas desaparecidas e ferindo gravemente várias outras, disseram autoridades dos EUA e da Louisiana.

Segundo a porta-voz da Black Elk, Leslie Hoffman, o fogo foi extinto. Ela disse que uma resposta emergencial está em andamento, mas declinou dar mais comentários, dizendo que a empresa deve emitir um comunicado no final desta sexta-feira.

A Guarda-costeira norte-americana afirmou que 11 pessoas foram levadas por helicópteros para hospitais enquanto outros nove para outras unidades de energia nas proximidades. Buscas e helicópteros de resgate estavam vasculhando a área, ao sul de Grand Isle, na Louisiana.

Nenhuma fatalidade foi confirmada, mas dois trabalhadores estão desaparecidos. Os 11 feridos incluem quatro que sofreram queimaduras e ficaram em estado crítico no oeste da Louisiana, disse o porta-voz do hospital, Jefferson Medical Center.

Quando pegou fogo, 22 trabalhadores estavam a bordo da plataforma de águas rasas, que não estava em operação de perfuração ou de produção de petróleo e gás, disse a Guarda Costeira.

Um brilho de óleo está sendo monitorado em águas próximas. A Guarda Costeira disse que parecia haver pouco risco de um grande derramamento de petróleo porque a produção foi encerrada antes do fogo, e Black Elk disse às autoridades que qualquer vazamento pode ser abaixo de 28 litros.