Fogo amigo mata 6 militares, dizem fontes afegãs

Cinco soldados da Otan no Afeganistão e um militar afegão morreram no sul do país, segundo fonte oficial

Cabul – Cinco soldados da Otan no Afeganistão (Isaf) e um militar afegão que morreram no sul do país em um bombardeio da Aliança Atlântica, informou nesta terça-feira à Agência Efe uma fonte oficial afegã.

De acordo com Ghulam Sakhi Roghlewanai, chefe da polícia da província de Zabul, onde aconteceu o incidente, forças conjuntas do Exército Nacional Afegão (ANA) e da Isaf participavam ontem em uma operação contra os talebans quando foram bombardeados pela Otan por erro.

“A Isaf bombardeou erroneamente as tropas da Isaf e da ANA, o que causou a morte de cinco soldados da Otan e um da ANA”, disse à Agência Efe Roghlewanai.

A Isaf, em comunicado, afirmou que as baixas aconteceram durante um confronto e que “existe a possibilidade de que tenham sido por fogo amigo”, e que por isso iniciou uma investigação do incidente.

No entanto, não detalhou, como é de costume, a nacionalidade dos mortos nem o lugar exato onde morreram os soldados.

Segundo os dados divulgados pelo portal independente “iCasualties”, neste ano morreram no Afeganistão 35 soldados da Otan, 24 deles americanos.

O conflito afegão está em um de seus momentos mais sangrentos desde a invasão dos Estados Unidos, que propiciou a queda do regime talibã há 12 anos.