FMI recebe pedido oficial de empréstimo do Egito

Fundo deve negociar com o governo local os termos da ajuda; ministro das Finanças disse negociar créditos de US$ 6 bilhões

Washington – O Fundo Monetário Internacional (FMI) recebeu uma solicitação de empréstimo do Egito, e prevê enviar uma missão ao Cairo antes de decidir o montante e as condições do mesmo, anunciou nesta quinta-feira um porta-voz do organismo multilateral em Washington.

“Agora há uma solicitação oficial” de empréstimo, indicou a diretora de relações exteriores do FMI, Caroline Atkinson, interrogada pelos jornalistas sobre o estado das conversas com o Egito.

Os egípcios “contactaram instituições bilaterais e multilaterais, entre elas o FMI, para que apoiem um programa concebido por eles mesmos”, acrescentou.

“Prevemos que uma missão do FMI viaje ao Cairo em breve para iniciar as negociações sobre um acordo com as autoridades egípcias”, anunciou Atkinson.

O ministro das Finanças egípcio, Samir Radwane, havia anunciado no Kuwait no dia 26 de abril que o Egito negociava créditos de 6 bilhões de dólares com o FMI e o Banco Mundial.

Radwane havia estimado que seu país crescerá neste ano cerca de 2% e 4% no próximo ano, com um déficit orçamentário de 10 bilhões de dólares em 2012.

Uma autoridade do FMI havia indicado em meados de abril que o organismo estudava as necessidades de financiamento do Egito e da Tunísia pós-revolução.

“As autoridades egípcias indicaram que precisam de 10 a 12 bilhões de dólares até junho de 2012”, havia declarado Masood Ahmed, diretor do FMI para o Oriente Médio e a Ásia Central.