FMI amplia para US$ 30 bi linha de crédito à Polônia

Linha de crédito modulável é reservada a países considerados "bem administrados"

Washington – O Fundo Monetário Internacional (FMI) anunciou nesta sexta-feira que ampliou de 21 para 30 bilhões de dólares sua linha de crédito à Polônia.

O conselho de administração do FMI renovou por dois anos esta linha de crédito modulável (LCM), da qual a Polônia se beneficia desde maio de 2009.

A LCM é um empréstimo reservado para países considerados bem administrados, que lhes permite obter liquidez no momento e nas proporções que desejam.

A Polônia indicou que não prevê utilizar esta soma de dinheiro.

“O crescimento econômico deve continuar de maneira sólida e equilibrada, segundo nossas projeções. As autoridades se comprometeram a implementar uma política econômica que preserve a estabilidade”, ressaltou o vice-diretor gerente do FMI, John Lipsky, citado em um comuniado.