Fifa não vê indícios de manipulação em partidas da Copa

Fifa assegurou que não vê indícios de manipulação de resultados em nenhuma partida da Copa do Mundo

Rio de Janeiro – A Fifa assegurou nesta quarta-feira que não vê indícios de manipulação de resultados em nenhuma partida da Copa do Mundo e, por isso, pediu à revista alemã “Der Spiegel” apresentar as provas de que o resultado da partida entre Croácia e Camarões (4 a 0) teria sido condicionado pelas casas de aposta, como foi publicado na última semana.

Através de um comunicado do diretor de Segurança da Fifa, Ralf Mustchke, lido pela porta-voz DeLia Fischer, a entidade lembrou que todas as partidas da Copa foram analisadas e nada de irregular foi encontrado, ao contrário da denúncia apresentada pela “Der Spiegel”.

Segundo a revista alemã, uma suposta intervenção do mercado de apostas teria influenciado o resultado da partida citada e, inclusive, a expulsão do volante camaronês Alex Song, que deu uma cotovelada no atacante croata Mario Mandzukic ainda no primeiro tempo.

“Fizemos um acompanhamento das 56 partidos e não há indícios de manipulações de resultados para favorecer o mercado de apostas. É um material que deve ser conduzido com respeito e responsabilidade”, assinala.

Neste sentido, Gérard Houllier, membro do Grupo de Estudo Técnicos da Fifa, que elabora os relatórios das partidos do ponto de vista esportivo, assegurou que nada de anormal foi detectado e citou o exemplo da partido entre EUA e Alemanha. “O empate classificava ambas as seleções e seus treinadores são grandes amigos, mas os dois jogaram pela vitória”, disse.

No entanto, na última segunda-feira, a Federação Camaronesa de Futebol anunciou que abriu uma investigação para esclarecer as denúncias e o suposto comportamento suspeito de alguns de sues jogadores.