Fifa multa Rússia por faixa neonazista na Copa; CBF recebe advertência

Na vitória do Brasil sobre a Sérvia a Fifa também identificou "incidentes envolvendo torcedores brasileiros" e advertiu a CBF

Moscou – A Fifa anunciou neste sábado uma série de punições e advertências às federações de países que estão participando da Copa do Mundo, quase todas relacionadas ao comportamento de torcedores em solo russo. Até a CBF foi advertida.

No caso mais polêmico, a própria Federação de Futebol da Rússia foi multada devido a uma faixa neonazista exibida por torcedores na derrota para o Uruguai por 3 a 0, em Samara, pela fase de grupos.

A entidade russa foi multada em 10 mil francos suíços (cerca de R$ 38 mil) porque um grupo de torcedores exibiu uma faixa considerada “discriminatória” em que exibia o número “88”, considerado referência à mensagem “Heil Hitler”, usada por grupos de extrema-direita. Isso porque a letra H é a oitava do alfabeto.

Manifestações políticas também renderam multa à Federação de Futebol da Sérvia. Pela segunda vez neste Mundial, a entidade foi punida por este motivo. Torcedores exibiram cartazes com referência a um grupo nacionalista nas arquibancadas na derrota para o Brasil por 2 a 0, também pela fase de grupos. A federação foi multada em 20 mil francos suíços (R$ 77 mil).

No mesmo jogo, a Fifa identificou “incidentes envolvendo torcedores brasileiros”, sem revelar detalhes sobre o episódio. Mesmo assim, a entidade advertiu a CBF, assim como faz com outras federações em caso de infrações ou distúrbios causados por torcedores.

Também foram multados neste sábado as federações do México e do Marrocos, já eliminado da Copa. A entidade marroquina foi punida com 65 mil francos suíços (R$ 252 mil) por conta de incidentes ocorridos após o empate por 2 a 2 com a Espanha pela fase de grupos.

Segundo a Fifa, seis membros da comissão técnica da seleção de Marrocos forçaram a entrada no gramado após o fim da partida, sendo que havia 13 na área técnica, mas somente 11 podem estar presentes no local. Além disso, torcedores marroquinos arremessaram objetos no gramado no mesmo jogo.

Esta partida também rendeu advertências ao jogador marroquino Noureddine Amrabat por conta de comentários obscenos quanto ao árbitro de vídeo (VAR, na sigla em inglês), ao auxiliar técnico Patrice Beaumelle, em razão de “comentário inadequado” e também ao presidente da federação marroquina, Fouzi Lekjaa, por permanecer na área técnica ao fim do jogo.

A Federação de Futebol do México, por sua vez, foi multada em 15 mil francos suíços (R$ 58 mil) por conta do comportamento irregular de sua torcida. Segundo a Fifa, fãs lançaram objetos ao gramado na derrota por 3 a 0 para a Suécia, pela rodada final da fase de grupos.

Entre as demais seleções, o Egito foi advertido porque o astro Mohamed Salah não compareceu à entrevista coletiva após a derrota para a Arábia Saudita por 2 a 1, na rodada final da fase de grupos. O jogador do Liverpool deveria conceder a entrevista por ter sido eleito o melhor da partida.