Fifa anuncia afastamento de Valcke após denúncias

A Fifa anunciou que destitiu do cargo, com efeito imediato e até próximo aviso, o secretário-geral, o polêmico Jérôme Valcke

Genebra – A Fifa anunciou nesta quinta-feira que destitiu do cargo, com efeito imediato e até próximo aviso, o secretário-geral, o polêmico Jérôme Valcke, que em março de 2012 afirmou que o Brasil merecia um “chute no traseiro”, por causas nos atrasos de obras para a Copa do Mundo.

O francês foi apontado por diversos veículos de imprensa como um dos envolvidos em um esquema de vendas de ingressos por valor acima do cobrado oficialmente, justamente do torneio de seleções realizado no país, que o teriam feito faturar 2 milhões de euros (R$ 8,8 milhões).

A Fifa indiciou que já solicitou a abertura de uma investigação formal junto ao Comitê de Ética contra Valcke, que era secretário-geral desde 2007, sempre respondendo ao suíço Joseph Blatter na presidência da entidade internacional.

Em comunicado de apenas quatro linhas, que não é assinado por nenhum dirigente, a Fifa garante só ter tomado conhecimento das denúncias agora, por isso, decidiu pelo afastamento imediato do dirigente.