Fidel Castro faz 86 anos, mas não aparece em público

Já faz quase dois meses desde que Castro escreveu a última de suas colunas na imprensa, chamadas "Reflexões"

Havana – Cuba está celebrando o 86º aniversário de Fidel Castro com mensagens congratulatórias na mídia estatal, mas sem planos para um aparição pública do líder aposentado.

O jornal do Partido Comunista, o Granma, publicou memórias relacionadas a Castro de jornalistas, companheiros da revolução de 1959 e militares. A famosa dançarina de Ballet Alicia Alonso afirmou que a presença do líder cubano sempre a deixou “nervosa”, entre outras lembranças coletadas.

Já faz quase dois meses desde que Castro escreveu a última de suas colunas na imprensa, chamadas “Reflexões”, e mais tempo ainda desde a última vez que apareceu em público.

Ele afastou-se da presidência temporariamente em 2006, por causa de uma doença não revelada, que quase o matou. Castro deixou o cargo permanentemente em 2008, sendo substituído por seu irmão, Raul Castro. As informações são da Associated Press.