Fidel Castro exibe novo visual para desmentir rumores

Ex-líder cubano deixou uma nova e, para muitos, surpreendente imagem com chapéu de palha, que usa no cultivo de amoreiras e moringas, como um camponês

Havana – Além de aplacar a onda de rumores sobre sua saúde, a última “reaparição” de Fidel Castro deixou uma nova e, para muitos, surpreendente imagem do veterano líder cubano com chapéu de palha, que usa no cultivo de amoreiras e moringas.

“Disseram tanto que ele estava mal e está aí, “guataqueando””, comentava estes dias um havanês com o termo usado na ilha para definir trabalhos agrícolas, (algo como “capinando”), ao ver no jornal “Granma” as mais recentes imagens do ex-presidente cubano, hoje com 86 anos.

Nelas, Fidel Castro aparece ao ar livre e de pé – embora apoiado em um bastão – entre árvores, vestido com camisa xadrez, calça escura e um chapéu de palha semelhante ao que usam os “guajiros”, como são chamados os camponeses na ilha.

O visual se afasta muito da tradicional imagem do “comandante-em-chefe” que usou durante décadas seu lendário uniforme verde-oliva, e, após adoecer e delegar o poder em 2006, optou pelo moletom com que foi visto nas imagens da época da doença.

O cenário que Fidel Castro escolheu para ilustrar a “agonia” na qual as “aves de mau agouro” – segundo suas próprias expressões – imaginavam que estava, é uma espécie de horto com árvores que parecem amoreiras e moringas.

O líder dedicou uma de suas últimas “Reflexões” – os artigos que começou a escrever em 2007 durante a doença – para propor o cultivo em massa dessas árvores pelas suas propriedades alimentícias e como alternativa para um “emprego saudável”.

Após aquele artigo, publicado em junho, houve na ilha, e inclusive em países como a República Dominicana, uma febre pela “moringa” que levou muitos cubanos a plantarem a árvore em seus jardins ou balcões e pode-se até degustar seu fruto em alguns dos novos restaurantes particulares abertos na ilha no calor das reformas econômicas de seu irmão Raúl.

Justamente sobre suas “Reflexões”, a “reaparição” de Fidel Castro também deixou uma pista que confirma seu progressivo afastamento do foco público: deixou de escrevê-las, diz, porque não é seu papel ocupar as páginas da imprensa cubana “destinada a outras tarefas que o país precisa”.

Em todo caso, as novas imagens de Castro não deixaram nenhum cubano – alguns preocupados pelos meses de silêncio, outros nem tanto – indiferente.

“Foi lindo vê-lo. Ele é nosso líder e sempre será”, disse à Agência Efe Susana, uma médica epidemiologista que diz não ter ficado “preocupada” com a saúde de Castro e que está convencida de que qualquer coisa que aconteça “vão nos dizer em seguida”.


Assim também pensa Ledis Tamayo, uma aposentada de 72 anos, que comentou ainda que nas novas fotos vê-se Fidel Castro “com certa idade, mas muito bem”.

“Me sinto mais alegre e animado desde que o vi, porque ele tem vontade de continuar lutando e esse é um estímulo que transmite a todos os cubanos”, relatou Juan Justiz, um vendedor autônomo de 47 anos.

Yasser, um estudante de 23 anos, disse à Efe que em Cuba “todo mundo estava imaginando coisas” e considerou “fantástico ver as fotos de Fidel em meio a todos os comentários que havia”.

“Ele já tem uma certa idade e não pode sair como antes, mas deveriam dar notícias mais frequentemente”, acrescentou.

Após meses de silêncio, Fidel Castro, afastado do poder há seis anos por uma doença intestinal, publicou na terça-feira passada um artigo para desmentir a última onda de rumores que alegavam uma piora de sua saúde.

“Aves de mau agouro! Nem me lembro o que é uma dor de cabeça. Como prova de como eles são mentirosos, mostro as fotos que acompanham este artigo”, escreveu o líder cubano.

No fim de semana passado, Castro se reuniu cinco horas em Havana com o ex-vice-presidente venezuelano Elías Jaua e o acompanhou até o emblemático Hotel Nacional da capital cubana, onde conversou com alguns dos funcionários.

No domingo, Jaua mostrou a jornalistas uma fotografia desse momento, onde se vê Castro dentro de um veículo – e também com seu novo chapéu de palha – com sua esposa Dalia Soto e o político venezuelano, entre outros.