FGV: álcool anidro sobe 123,9% no atacado em 1 ano

Na inflação mensal, o produto saltou de 23,18% para 31,07% de março para abril

Rio de Janeiro – A inflação do álcool etílico anidro no atacado já acumula alta de 123,97% em 12 meses, segundo informou hoje o coordenador de Análises Econômicas da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Salomão Quadros. “Não me lembro de o álcool anidro ter tido uma variação tão grande no acumulado em 12 meses no atacado”, afirmou. De acordo com ele, dentro do Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI), a inflação mensal do produto saltou de 23,18% para 31,07% de março para abril.

O álcool anidro é usado para compor a gasolina no varejo. Com o período de entressafra da cana-de-açúcar, a menor oferta do produto também diminuiu a disponibilidade de seus derivados, como o álcool, no atacado – o que elevou preços.

No varejo, o álcool combustível também mostrou aceleração de preços, passando de 9,32% para 10,47% de março para abril. Ainda de acordo com Quadros, o álcool mais caro acabou conduzindo a um aumento na procura por gasolina no varejo. A alta na demanda acabou por também puxar para cima o preço da gasolina junto ao consumidor, cuja taxa de variação de preços subiu de 1,58% para 5,98% no setor varejista, de março para abril.