Festa em Cancún termina com 7 jovens assassinados

Desde 2017, a violência tem se estendido pelo estado de Quintana Roo, que recebe muitos turistas e moedas estrangeiras

Cancún – A Procuradoria Geral do estado de Quintana Roo, no México, informou neste domingo que sete jovens foram assassinados durante uma festa em um domicílio particular na cidade de Cancún.

O ataque armado ocorreu por volta das 5h (horário local; 9h em Brasília) no interior de uma casa na região 219, um bairro popular de Cancún situado a noroeste da cidade, afastado da região turística.

De acordo com informação das autoridades, agentes da Polícia Municipal foram os primeiros a chegar ao lugar e, de acordo com as primeiras observações, foram encontradas na casa cápsulas de balas de diversos calibres.

Com a ativação do chamado “código vermelho”, todas as corporações da polícia chegaram ao local do incidente e foi montado um intenso dispositivo de segurança que abrangeu várias ruas próximas. A área foi isolada por agentes da Polícia Militar, da Polícia Federal e da Marinha.

No dia 6 de janeiro, outras sete pessoas morreram e uma ficou lesionada após um ataque em um bar situado em um bairro popular de Playa del Carmenn, também no estado de Quintana Roo. A Procuradoria Geral do estado informou que seis pessoas perderam a vida no local e outra morreu no hospital.

Desde 2017, a violência tem se estendido pelo estado de Quintana Roo, que recebe muitos turistas e moedas estrangeiras, pela suposta disputa entre o Cartel de Jalisco Nova Geração e Los Zes, além de outros grupos criminosos que buscam controlar a região.