Festa do título do Raptors na NBA termina com tiros no Canadá

A polícia local também revelou que duas pessoas foram detidas na confusão, e duas armas de fogo foram apreendidas

Toronto — A Polícia do Canadá confirmou que a festa do título do Toronto Raptors, campeão da NBA, ficou marcada por um confusão, nesta segunda-feira (17), com tiros disparados nos arredores da praça Nathan Phillips, em Toronto. As autoridades anunciaram que duas pessoas ficaram feridas ao serem atingidas pelos disparos, mas nenhuma delas corre risco de morte.

A polícia local também revelou, em sua página no Twitter, que outras duas pessoas foram detidas na confusão, e duas armas de fogo foram apreendidas. Também disse que está investigando o episódio. Durante a confusão, uma multidão começou a correr após ouvir o barulhos dos tiros.

Por causa do tumulto na praça Nathan Phillips, que ficou superlotada, as comemorações foram brevemente suspensas antes de serem retomadas com os discursos de jogadores e outros integrantes dos Raptors, que derrotaram o Golden State Warriors por 4 a 2 na série melhor de sete partidas da decisão da liga de basquete dos Estados Unidos.

O time dos Raptors, campeão da NBA pela primeira vez em sua história, desfilou em carro aberto pela cidade, até chegar à prefeitura de Toronto. Lá,  os policiais tiveram de controlar o público para evitar que um número maior de fãs ficassem feridos na hora que vários torcedores começaram a correr no meio da multidão. Cerca de 1,5 milhão de fãs foram às ruas para acompanhar a carreata e ver os seus ídolos de perto.

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, também tinha a sua presença esperada na comemoração, assim como o primeiro-ministro da cidade canadense de Ontário, Doug Ford. Nascido em Toronto, o rapper Drake, um dos mais ilustres torcedores do time, celebrou ao lado dos jogadores da equipe no ônibus que transportou os atletas nesta festa.

O título dos Raptors foi garantido na última quinta (13), ao superar os Warriors por 114 a 110, na casa do adversário. Foi também a primeira conquista de uma equipe do Canadá na NBA.