Febre hemorrágica deixa 29 mortos na Guiné

Número de casos por um surto de febre hemorrágica no sudeste do país aumentou para 49

Conacri – Subiu para 29 o número de mortos por um surto de febre hemorrágica no sudeste da Guiné, uma região florestal, enquanto o número de casos aumentou para 49, disse uma autoridade do Ministério da Saúde no país do oeste da África nesta sexta-feira.

Sakoba Keita, responsável pela prevenção de epidemias, disse que os resultados preliminares de exames realizados na França para identificar a doença foram até agora inconclusivos.

“No entanto, estamos limitando os casos ao Ebola e à Febre Hemorrágica Marburg”, disse Keita.

As duas doenças altamente letais são causadas por vírus similares, que estão entre os patógenos mais virulentos conhecidos que infectam seres humanos, diz a Organização Mundial de Saúde em seu site.

O primeiro caso do surto na Guiné foi relatado em 9 de fevereiro. Os casos foram registrados em três cidades do sudeste e na capital Conacri.