FBI libera fotos inéditas do Pentágono após 11 de setembro

Os ataques terroristas coordenados de 2001 em Nova York e Virgínia foram os mais mortíferos da história

São Paulo –  O FBI divulgou uma série de fotografias inéditas que retratam as consequências do ataque terrorista de 11 de setembro ao Pentágono, sede do departamento de defesa dos EUA.

Ao todo, 27 imagens  fora divulgadas pela agência americana em seu site oficial, devido ao seu valor histórico e importância pública. Elas mostram os estragos causados no icônico edifício de cinco lados, na Virgínia.

Durante os ataques em setembro de 2001, terroristas afiliados à Al-Qaeda sequestraram quatro aviões americanos com a intenção de derrubá-los em alvos específicos nos EUA.

Dois aviões foram jogados contra as torres gêmeas do World Trade Center, em Nova York, e outro foi usado para atingir o Pentágono.

O quarto avião, que voava em direção a Washington, caiu em um campo na Pensilvânia,  após os passageiros entrarem em confronto com os sequestradores.

Quase 3.000 pessoas morreram nos quatro ataques.

As imagens do ataque ao Pentágono mostram áreas em ruínas, tentativas de apagar as chamas e o processo de limpeza subsequentes ao atentado.

Imagens inéditas após ataque de 11 de setembro ao Pentágono, nos EUA, em 2001.

 (FBI Records/Divulgação)

 (/)

 (/)

 (/)

 (/)

 (/)

Imagens inéditas após ataque de 11 de setembro ao Pentágono, nos EUA, em 2001.

 (FBI Records/Divulgação)