Falha em sensor causou apagão em SP, diz CTEEP

Especialista discordou da explicação dada pela concessionária; governo do estado pressiona por multa "exemplar"

São Paulo – O apagão que deixou sem luz cerca de 700 mil pessoas nas zonas oeste e sul da capital paulista na noite de quinta-feira passada foi provocado por falha em um relé, uma espécie de sensor eletrônico que fecha circuitos elétricos em caso de pane. Segundo a explicação oficial dada ontem pela Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista (CTEEP), concessionária privada de transmissão de energia elétrica, o relé operou indevidamente e acionou a barra de proteção, desligando automaticamente os transformadores da Subestação Milton Fornasaro, no Jaguaré, zona oeste.

“Foi um defeito no sistema de proteção, que atuou como se houvesse uma falha nas barras da subestação, sendo que essa falha não existia”, informou a CTEEP, em nota, afirmando que está “avaliando mudanças para melhorias no sistema”.

A explicação da CTEEP causou estranheza ao professor aposentado da Escola Politécnica da USP José Antônio Jardini, especialista no tema. “Mesmo no caso de uma operação indevida do relé, é difícil desligar toda a subestação, como ocorreu. Algo não está fazendo muito sentido nessa história”, afirmou o especialista.

Por meio da Secretaria de Energia, o governo do Estado formalizou ontem pedido para que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) multe de forma “exemplar” a CTEEP. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.