Extremos: conheça os países mais e menos desenvolvidos do mundo

Veja como está a situação do desenvolvimento humano na Noruega, o país mais avançado, e na República Centro Africana, o último no ranking do IDH da ONU

São Paulo – O planeta registrou conquistas importantes nos últimos 25 anos. Porém, ainda é preciso percorrer um longo caminho até que bons níveis de desenvolvimento humano sejam a realidade de todas as pessoas, independente do país em que vivam.

É o que mostrou a edição 2016 do Relatório de Desenvolvimento Humano divulgado nesta semana pela Organização das Nações Unidas (ONU). O estudo, o mais abrangente na análise das condições de vida mundo afora, avaliou o desenvolvimento em 188 e produziu um ranking que mostra quais são os países mais avançados nessa questão, assim como os menos.

O Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) nada mais é que a maneira que a ONU encontrou de medir os níveis de desenvolvimento em diferentes países. Ele tem como base de análise uma série de indicadores que vão além dos aspectos econômicos de um lugar, incluindo também a expectativa de vida das pessoas e o tempo médio que passam na escola.

Os países que ocupam as posições extremas dessa lista ilustram bem essa dicotomia. Em primeiro lugar, a Noruega se consolidou no topo como o país mais desenvolvido do mundo. Em último, a República Centro Africana caiu uma posição na comparação com o estudo anterior (da 187ª para a 188ª) e amarga o título de país menos desenvolvido.

Se a Noruega é conhecida pelos títulos que celebram a qualidade de vida dos seus cidadãos, a República Centro Africana, quase não sabe o que é a paz. Desde a independência da França em 1960, o país vive momentos de instabilidade política, tensões étnicas e conflitos armados. Embora seja riquíssimo em ouro, diamante e cobre, sua população vive na pobreza.

Para mostrar as discrepâncias entre os países que ocupam respectivamente o topo e a base do ranking do desenvolvimento humano, EXAME.com organizou os indicadores levantados pelo estudo de cada um deles. Veja abaixo.