Explosões foram dirigidas ao ônibus do Dortmund

Gregor Lange, chefe de polícia local, declarou em entrevista coletiva que as três explosões foram dirigidas ao ônibus do time

As três explosões que atingiram o ônibus do Borussia Dortmund nesta terça-feira, antes de uma partida pela Liga dos Campeões, eram dirigidas à equipe alemã de futebol, informou o chefe de polícia local, Gregor Lange

“Partimos do princípio, e isto desde o início, que trata-se de um ataque dirigido diretamente ao ônibus” da equipe, declarou Gregor Lange em entrevista coletiva.

A promotoria local revelou que no lugar do ataque foi encontrada uma carta, cuja “autenticidade está sendo verificada”.

Duas horas antes da partida entre Borussia e Monaco, prevista para às 20H45 local (15H45 Brasília), o ônibus foi sacudido por três explosões, quando partida do hotel em direção do estádio Signal Iduna Park.

Os vidros das janelas do ônibus estilhaçaram e a parte direita traseira ficou visivelmente queimada.

O zagueiro espanhol Marc Bartra, o único ferido no ataque, teve o pulso operado na noite desta terça-feira.

“Marc Bartra está sendo operado neste momento”, disse em entrevista coletiva um porta-voz do Dortmund, explicando que o jogador sofreu uma fratura no rádio da mão direita. “Há um fragmento em seu pulso”.

A partida foi adiada para a quarta-feira.