Explosões em minas de carvão matam pelo menos 23 pessoas no Paquistão

A primeira explosão, causada por uma acumulação de gás metano, aconteceu ontem em Marwar, a 45 quilômetros da capital provincial, Quetta

Islamabad, 6 mai (EFE).- Pelo menos 23 mineradores morreram e outros nove ficaram feridos em duas explosões ocorridas em duas minas de carvão na província do Baluchistão, no sudoeste do Paquistão, informou neste domingo à Agência Efe uma fonte oficial.

A primeira explosão, causada por uma acumulação de gás metano, aconteceu ontem ao meio-dia em Marwar, a 45 quilômetros da capital provincial, Quetta, e nela 16 mineradores morreram e outros sete ficaram feridos, disse o porta-voz da Polícia, Ghulam Murtaza.

“Um total de 24 funcionários estavam trabalhando em três ramificações ligadas com uma mina central na área de Marwar. As paredes derrubaram após uma explosão de gás e os pontos de saída ficaram bloqueados”, disse a fonte.

Algumas horas mais tarde, aconteceu outra explosão em uma mina de Spin Karez, a cerca de 60 quilômetros de Quetta, causando a morte por inalação de gás de sete trabalhadores e ferindo outros dois, que foram levados a um hospital da capital.