Explosão no Afeganistão mata 18 civis e fere outros cinco

Mulheres e crianças estão entre as vítimas

Cabul – A explosão de uma mina durante a passagem de uma caminhonete que transportava diversas pessoas a um casamento no Afeganistão, nesta sexta-feira, deixou 18 mortos, entre eles mulheres e crianças, e outros cinco feridos, informou uma fonte policial.

A explosão ocorreu às 15h30 hora local (9h, horário de Brasília) no distrito de Push e Rod, na província ocidental de Farah, segundo declarou à agência local ‘AIP’ o chefe provincial da polícia, Aqa Noor Kentos.

A fonte afirmou que a caminhonete se dirigia ao distrito de Khaki Safed, que fica na mesma província e está situado ao norte do local onde aconteceu a explosão.

Os artefatos explosivos improvisados (IED, sigla em inglês) são, junto aos atentados suicidas, os métodos mais recorrentes dos talibãs para combater as forças afegãs e internacionais, embora na prática causem um elevado número de vítimas civis.

No último dia 8, outros dez civis que iriam para um casamento morreram em uma ação similar na região de Helmand.

O conflito armado no Afeganistão causou, nos primeiros seis meses de 2012, a morte de 1.145 civis e deixou outros 1.954 feridos, um número 15% menor que no mesmo período de 2011, revelou em agosto a missão da ONU no Afeganistão (Unama).

Está em andamento no Afeganistão o processo de retirada das tropas internacionais, que deve ser concluído em 2014. EFE