Explosão em terminal de gás deixa 1 morto e 18 feridos na Áustria

A explosão ocorreu em um encanamento de gás, provocando labaredas de vários metros de altura e incêndios em seis edifícios próximos

Viena – Pelo menos uma pessoa morreu e outras 18 ficaram feridas, cinco delas em estado grave, em uma explosão nesta terça-feira no terminal de gás Baumgarten, do consórcio petrolífero austríaco OMV, na cidade de Weiden an der March, no leste da Áustria.

A informação foi confirmada pela agência de notícias austríaca “APA”, citando fontes da Cruz Vermelha, que reduziu o número de 60 feridos divulgado inicialmente por fontes policiais.

“No início partimos de 60 pessoas feridas porque sabíamos que havia 60 pessoas na área da instalação”, explicou Franz Resperger, porta-voz do Corpo de Bombeiros, à emissora de televisão pública “ORF”.

As autoridades pensaram em um primeiro momento que todas elas teriam ficado feridas devido à força da explosão e da consequente onda expansiva, assim como pelo “enorme” calor que se desenvolveu imediatamente, “de várias centenas de graus”, segundo o porta-voz.

A explosão, que aconteceu por volta de 8h45 (horário local, 5h45 de Brasília) em um encanamento de gás “sobre a terra e ao ar livre”, provocou labaredas de vários metros de altura e incêndios em seis edifícios próximos.

Além disso, o calor derreteu “vários automóveis que estavam no estacionamento” do local, indicou Rasperger.

Segundo a emissora de televisão “oe24”, “as grandes colunas de fumaça preta podiam ser vistas até de Viena”, ou seja, a 26 quilômetros de distância.

A polícia já isolou a área do acidente, na qual trabalham 14 equipes de bombeiros, 150 agentes, dois helicópteros médicos de emergência e mais de dez ambulâncias.

Os feridos em estado grave foram transportados em helicóptero ao Hospital Universitário de Viena (AKH).

Embora ainda desconheça a causa da explosão, a polícia supõe que se tratou de um problema técnico.

O terminal de gás Baumgarten, administrada pela empresa Gas Connect Austria – filial do OMV, maior consórcio gasístico e petrolífero da Europa central e do leste – é um ponto importante de redistribuição do gás proveniente da Rússia.

Segundo o jornal vienense “Die Presse”, por esta estação passou cerca de um quarto dos 180 bilhões de metros cúbicos de gás que o consórcio russo Gazprom forneceu à Europa no ano passado.

A Gas Connect Austria informou que na instalação foram ativadas automaticamente as medidas de segurança previstas, que incluem uma redução drástica da pressão do gás nos encanamentos.

A empresa afirmou que até novo aviso ficará afetado o trânsito do gás para o sul e o sudeste, razão pela qual “comunicou de imediato” a situação aos operadores dos países vizinhos “para que possam tomar medidas” o mais rápido possível.

Por outro lado, o abastecimento da Áustria está garantido graças a outras infraestruturas, incluindo grandes estoques de gás.