Explosão em mesquita na Rússia deixa dois suspeitos mortos

Forças de segurança tentam reprimir insurgentes na região localizada a poucas centenas de quilômetros de cidade-sede dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2014

Moscou – Uma bomba explodiu do lado de fora de uma mesquita na região russa do Cáucaso do Norte nesta sexta-feira, resultando na morte de dois suspeitos homens-bomba, em uma região onde Moscou enfrenta uma insurgência islâmica.

Forças de segurança russas tentam reprimir os insurgentes na região de maioria muçulmana localizada a poucas centenas de quilômetros de Sochi, cidade-sede dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2014.

A explosão ocorreu às 3h da madrugada (horário local) na entrada de um cemitério do lado de fora da mesquita no vilarejo de Dygulubgey, na região de Cabárdia-Balcária, disseram investigadores em comunicado.

Os ataques em Cabárdia-Balcária são menos comuns do que na província próxima do Daguestão, mas Dygulubgey já foi cena de diversos ataques insurgentes e troca de tiros com a polícia nos últimos meses.

“No local da explosão, os fragmentos dos corpos de dois homens foram encontrados”, disse uma fonte da polícia, sob condição de anonimato, à agência Interfax.

A insurgência, enraizada em duas guerras separatistas de rebeldes da Chechênia após o colapso da União Soviética, tem como objetivo estabelecer um Estado islâmico na região predominantemente muçulmana.

Seu líder, o rebelde checheno Doku Umarov, prometeu impedir a realização dos Jogos Olímpicos de Inverno em Sochi.

Uma mistura de militância islâmica, rivalidades entre clãs e a insatisfação de jovens com a corrupção e táticas policiais repressivas tem alimentado a insurgência.