Explosão em mercado deixa 23 mortos no Paquistão

O atentado atingiu vários imóveis, entre eles uma loja de botijões de gás, que começaram a explodir e causaram um incêndio

Islamabad – Pelo menos 23 pessoas morreram e 54 ficaram feridas pela explosão de uma bomba em um mercado da área tribal paquistanesa de Khyber, na fronteira com o Afeganistão, informaram neste sábado diversas fontes oficiais.

A bomba, com cinco quilos de explosivos, tinha sido instalada no chão de um mercado da cidade de Landi Kotal, uma das principais da região de Khyber, palco habitual de ataques de radicais paquistaneses, disse à Agência Efe uma fonte oficial

O atentado atingiu vários imóveis, entre eles uma loja de botijões de gás, que começaram a explodir e causaram um incêndio que se estendeu a outros estabelecimentos comerciais, de acordo com canais televisivos paquistaneses.

O funcionário público local Khalid Khan confirmou à emissora ‘Express TV’ a morte de 23 pessoas. Segundo ele, várias outras estavam em internadas em estado grave de saúde em um hospital da cidade de cidade de Peshawar, capital de Khyber-Pakhtunkhwa.

A polícia paquistanesa foi ao local do atentado e interditou a área, onde, segundo testemunhas, havia crianças quando ocorreu a explosão.

Nos últimos meses, o triângulo estratégico formado por Khyber e pelas regiões tribais vizinhas de Orakzai e Kurram se transformou em um foco de terrorismo e violência entre as Forças Armadas e as organizações jihadistas, que travam combates pelo domínio da área.

Analistas divergem sobre o grau de cooperação entre os diversos grupos insurgentes da órbita talibã. Eles teriam ideias parecidas, mas alvos diferentes, sobretudo em nível local.

Khyber é uma das regiões onde as disputas entre organizações extremistas armadas têm sido mais conturbadas.