Exército sírio mata dezenas de civis perto de Damasco

A grande operação do Exército incluiu execuções sumárias

Beirute – Dezenas de civis morreram na cidade de Madamiyat al-Sham, perto de Damasco, em uma grande operação do Exército sírio que incluiu execuções sumárias, anunciou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Das 198 pessoas mortas em atos de violência na terça-feira na Síria, 42 faleceram nesta cidade de 200.000 habitantes, que tem em sua população cristãos, sunitas e alauitas. Madamiyat al-Sham fica seis quilômetros ao oeste da capital do país.

O balanço pode ser ainda mais grave, destacou a ONG com sede em Londres, segundo a qual o Exército abriu fogo contra um cortejo fúnebre.

Em Alepo, a grande cidade do norte do país, os bombardeios do Exército e os combates mataram 31 civis, incluindo cinco mulheres e cinco crianças, segundo o OSDH, que também informou a morte de 15 combatentes.

No total, 127 civis, 20 rebeldes e 51 soldados morreram na terça-feira, destacou o OSDH.