Exército israelense ataca sede de Al Jazeera e da AP

Avião israelense bombardeou prédio onde fica a sede da televisão catariana Al Jazeera e os escritórios da agência de notícias americana AP

Gaza – Um avião de combate israelense bombardeou nesta terça-feira, sem causar vítimas, o último andar de uma torre no centro de Gaza, onde fica a sede da televisão catariana “Al Jazeera” e os escritórios da agência de notícias americana “AP”.

“Nos disseram que foi um erro, mas que de qualquer maneira era melhor que não voltássemos a nos aproximar”, explicou à Agência Efe um dos jornalistas que estavam sentados na frente do edifício, protegidos com capacetes e coletes a prova de bala.

O exército israelense bombardeia há 15 dias por terra, mar e ar, e sem pausa, Gaza, onde já morreram mais de 580 palestinos – entre eles um jornalista local – e feriu mais de 3.300 pessoas, a maioria civis.

Além disso, cerca de 300 imóveis civis e casas particulares, dois hospitais e pelo menos uma mesquita foram bombardeados, apesar das exigências da lei humanitária internacional sobre a proteção de civis em pontos de conflito.

Ontem à noite, foi totalmente destruída a mesquita dos Mártires de al-Aqsa, construída no centro de Gaza após a segunda intifada, poucas horas antes de os fiéis se dirigirem a ela para a primeira reza do dia.