Exército domina 52% do território de Ghouta e 45 pessoas morrem

Pelo menos 45 pessoas morreram nesta quarta-feira e 150 ficaram feridas, a maioria por bombardeios da aviação da Síria e da Rússia contra a região de Ghouta

Beirute – Pelo menos 45 pessoas morreram nesta quarta-feira e 150 ficaram feridas, a maioria por bombardeios da aviação da Síria e da Rússia contra a região de Ghouta Oriental, o principal reduto opositor nos arredores de Damasco, onde as forças governamentais já controlam 52% do seu território.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos apontou que o maior número de mortos foi registrado na localidade de Hamuriya, onde pelo menos 16 pessoas morreram em ataques aéreos.

Também houve bombardeios e ataques de artilharia contra as localidades de Saqb, Haza, Kafr Batna, Yisrin, Mesraba, Arbin, Harasta e Duma.

Durante o dia de hoje, as tropas governamentais intensificaram sua ofensiva contra Ghouta Oriental, onde conseguiram progredir e já dominam 52% do território, após combates contra facções as islamitas Legião da Misericórdia e Exército do Islã.

Nesta quarta-feira, os soldados leais ao presidente sírio, Bashar al Assad, que contam com o apoio de militares e assessores russos, derrotaram seus oponentes nas localidades de Beit Saua e Al Ashari, e alcançaram as imediações de Madira e Hamuriya.

Além disso, os militares ganharam terreno pelo sul de Ghouta Oriental e chegaram aos arredores de Yisrin.