Exército da Colômbia detém 2 soldados com 210 quilos de cocaína

O Exército informou que abriu uma investigação interna para resolver "este episódio reprovável"

Bogotá – O Exército da Colômbia informou que dois soldados foram detidos ontem em uma estrada do departamento de Risaralda, na região central do país, quando transportavam 210 quilos de cocaína em um veículo da instituição.

O Exército detalhou em comunicado que o capitão Daniel Leandro Arboleda Meneses e o soldados Juan Pablo Muñoz Bermúdez foram detidos na estrada que liga La Virginia (Risaralda) a Viterbo (Caldas). Durante a inspeção, foram encontrados 210 quilos de cocaína, 90 quilos pasta base de cocaína e uma arma de fogo.

“Os dois serão substituídos dos cargos por desonrar o uniforme com este ato criminoso. Além disso, foram postos à disposição das autoridades competentes e deverão enfrentar o respectivo processo penal”, acrescentou.

O Exército informou que abriu uma investigação interna para resolver “este episódio reprovável” e que irá colaborar com as autoridades competentes para “esclarecer e determinar” o fato.

Um relatório do Escritório de Política Nacional para o Controle de Drogas da Casa Branca (Ondcp), divulgado em junho do ano passado, revelou que os cultivos de coca na Colômbia aumentaram 11% em 2017 e atingiram o número recorde de 209 mil hectares.

Para lutar contra este problema, o governo apresentou em dezembro uma nova política integral para combater o tráfico de drogas, que se sustenta em cinco pilares com os quais procura reduzir a oferta e o crescente consumo de entorpecentes no país.

Os pilares são: diminuição do consumo de drogas, ataque à oferta, desarticulação das organizações criminosas, sufocamento das economias e rendas do crime organizado e transformação dos territórios para economias lícitas.