Ex-soldado britânico é acusado de abuso sexual de menores

Os atos teriam sido impostos a menores entre 1981 e 1989, quando o soldado trabalhava na base de Gatow, no oeste de Berlim

Londres – A polícia da Força Aérea britânica (RAF) anunciou nesta sexta-feira que está apurando acusações de que um soldado britânico teria abusado sexualmente de crianças entre 1981 e 1989, período em que trabalhava numa base da RAF em Berlim.

“Um homem na casa dos sessenta anos, originário de Londres, foi interrogado pela polícia militar por conta de acusações de atos sexuais com crianças, cometidos enquanto servia às forças aéreas britânicas em Berlim nos anos 1980. A investigação vai continuar”, afirmou Mike Dixon, encarregado do inquérito da polícia militar.

Os atos teriam sido impostos a menores entre 1981 e 1989, quando o soldado trabalhava na base de Gatow, no oeste de Berlim.

“Qualquer pessoa que tenha trabalhado ou tido ligações com a base militar de Gatow durante os anos 1980 e início da década de 1990 que acreditem ter informações sobre os supostos abusos devem entrar em contato conosco”, acrescentou Dixon.

O Exército britânico deixou a base de Gatow em 1994. A base abriga agora o Museu das Forças Armadas da Alemanha.

Grã-Bretanha, Estados Unidos e França enviaram tropas à Alemanha Ocidental até o fim da Segunda Guerra Mundial.

Depois, a base de Gatow teve um importante papel para os membros da Otan durante a Guerra Fria.

O Reino Unido ainda conta com quase 16.000 soldados na Alemanha, mas prevê a retirada completa de todo o contingente até 2020.