Ex-prefeito de NY, Bloomberg anuncia pré-candidatura nos EUA

Com uma fortuna pessoal de US$ 50 bilhões, Bloomberg ingressa na disputa democrata com outros 17 pré-candidatos e o ex-vice-presidente Joe Biden como líder

O ex-prefeito de Nova York Michael Bloomberg anunciou neste domingo (24) que é candidato à indicação democrata para a eleição presidencial dos Estados Unidos em 2020. Agora, ele faz parte de uma lista de ao menos 18 pré-candidatos democratas.

“Sou candidato à presidência para derrotar Donald Trump e reconstruir a América”, disse o bilionário de 77 anos em seu site.

O anúncio põe fim à especulação sobre as intenções de Bloomberg, que há semanas insinua sua intenção de concorrer às primárias do Partido Democrata, das quais o rival de Trump sairá para as eleições presidenciais.

 

“Não podemos suportar as ações imprudentes e antiéticas do presidente Trump por mais quatro anos”, disse o ex-prefeito de Nova York entre 2002 e 2013.

“Representa uma ameaça existencial ao nosso país e aos nossos valores. Se vencer a presidência novamente, poderemos nunca mais nos recuperar dos danos”.

Com uma fortuna pessoal de US$ 50 bilhões, Bloomberg ingressa em uma disputa com outros 17 pré-candidatos, com o ex-vice-presidente Joe Biden liderando, segundo pesquisas, seguido por Elizabeth Warren, Bernie Sanders e Pete Buttigieg.