Ex-negociador de paz com as Farc quer ser candidato à presidência

Humberto de la Calle comandou a equipe do presidente Juan Manuel Santos nas conversas que levaram à assinatura de um acordo de paz com as Farc em novembro

Bogotá – O ex-negociador do Governo colombiano nos diálogos de paz com as Farc Humberto de la Calle anunciou nesta quarta-feira que deseja concorrer como candidato à Presidência nas eleições de 2018 e esclareceu que não pedirá apoio da guerrilha.

“Tomei a decisão de colocar meu nome à disposição dos colombianos como candidato presidencial”, disse Da Calle em uma coletiva de imprensa em Bogotá.

Da Calle, que durante quatro anos comandou a equipe do presidente Juan Manuel Santos nas conversas que levaram à assinatura de um acordo de paz com as Farc em novembro, assegurou que se sente “capacitado para conduzir o país pelo caminho da paz, do diálogo, da união entre todos, para levá-lo adiante”.

Além disso, esclareceu não está “pedindo o apoio das Farc para uma proposta política”.

O político demonstrou interesse em buscar uma coalizão de movimentos políticos para respaldar sua aspiração presidencial para “ganhar no primeiro turno”.

O ex-chefe negociador assegurou que tem “uma dívida de lealdade com o presidente Santos” por tê-lo permitido participar das negociações de paz em Havana, mas disse que não foi “propriamente membro do Governo e “nem tem responsabilidades sobre outras políticas deste mandato.

“Me sinto em liberdade de seguir um caminho de transformação e mudança”, acrescentou Da Calle, que foi vice-presidente da Colômbia entre 1994 e 1996, ministro do Interior e magistrado da Suprema Corte de Justiça, entre outros cargos.