Evidências apontam para armas por forças de Assad, diz Otan

Informações de fontes variadas apontam para as forças do presidente Bashar al-Assad como responsáveis pelo uso de armas químicas na Síria

Bruxelas – O secretário-geral da Otan, Anders Fogh Rasmussen, disse nesta quarta-feira que informações de fontes variadas apontam para as forças do presidente Bashar al-Assad como responsáveis pelo uso de armas químicas na Síria.

Falando depois de uma reunião de embaixadores da Otan em Bruxelas, Rasmussen disse que qualquer uso de tais armas é “inaceitável e não pode ficar sem resposta”, embora não tenha sugerido qualquer resposta.

“Esta é uma clara violação das normas e práticas internacionais de longa data… Os responsáveis ​​devem ser responsabilizados”, disse ele em comunicado.

Rasmussen disse que a aliança militar iria manter a situação na Síria sob “atenta análise”.