Europa sairá reforçada da crise, afirma Barroso

Apesar da fragilidade do euro no momento, o presidente da União Europeia não vê ameaças à moeda em consequência da crise da dívida soberana

Sidnei – A Europa sairá mais forte da atual crise na Zona Euro, afirmou o presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, que manifestou certeza na sobrevivência do euro.

“Acredito que a Europa sairá desta crise mais forte porque agora, na Europa, todo mundo, esquerda e direita, concorda em dizer que precisamos de reformas estruturais para ser mais competitivos”, declarou Barroso na Austrália.

“Estamos fazendo progressos, estabelecendo uma Zona Euro melhor integrada. Ao mesmo tempo existe um consenso na Europa sobre a necessidade de promover as consolidações orçamentárias e reformas estruturais que são indispensáveis”.

Apesar da fragilidade do euro no momento, Barroso afirmou que não vê ameaças à moeda em consequência da crise da dívida soberana.

“Estou absolutamente seguro de que sobreviverá”, declarou.

“Há um compromisso total de todos os países da Europa para a estabilidade financeira da Eurozona. E, de fato, o euro continua sendo uma moeda estável e forte”, disse Barroso.