EUA querem novos limites de emissão de gases veiculares

Segundo Agência de Proteção Ambiental dos EUA, caso novos limites sejam adotados, 2.400 mortes e 23 mil casos de problemas respiratórios seriam evitados por ano

A Agência de Proteção Ambiental (EPA) norte-americana propôs que os limites de emissão de gases veiculares sejam reduzidos. O objetivo é diminuir os níveis de poluição e, consequentemente, fazer com que o número de doenças e mortes provocadas por substâncias tóxicas seja minimizado.

De acordo com a proposta, formulada num documento de 885 páginas, a primeira ação seria a redução de enxofre na composição da gasolina: de 30 partes por milhão (ppm), nível atual, para 10 ppm, em 2017. Outros compostos tóxicos, como benzeno, 1,3-butadieno e óxidos nitrogenados também seriam reduzidos em até 80%.

Segundo a EPA, caso os novos limites sejam adotados, a perspectiva é de que, anualmente, 2.400 mortes e 23 mil casos de problemas respiratórios sejam evitados.