EUA pedem para Turquia interromper ofensiva na Síria

Em comunicado, Pentágono "encorajou" a Turquia a parar de atacar os

O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Mark Esper, alertou a Turquia sobre as sérias consequências de sua ofensiva na Síria e incentivou o país a interromper essas operações, informou o Pentágono nesta sexta-feira.

Em uma conversa por telefone com o ministro da Defesa turco, Hulusi Akar, Esper encorajou Ancara a “interromper suas operações no nordeste da Síria”, afirmou o Pentágono em um comunicado.

“Este ataque representa um risco de graves consequências para a Turquia”, acrescentou o funcionário.

As tropas turcas iniciaram invasão por terra, precedida por intensos bombardeios, ao noroeste da Síria, visando acabar com as Unidades de Proteção Popular (YPG), consideradas pelo governo de Erdogan como terroristas, pela ligação com o grupo armado do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), a guerrilha curda da Turquia.

(AFP)