EUA matam “planejador de atentados” da Al-Qaeda

O ataque ocorrido em 17 de outubro perto de Ibdil, no noroeste da Síria, matou Haydar Kirkan

Um ataque com drone dos Estados Unidos na Síria matou no mês passado um líder da Al-Qaeda acusado de planejar atentados no exterior, disse nesta quarta-feira o Pentágono.

O ataque ocorrido em 17 de outubro perto de Ibdil, no noroeste da Síria, matou Haydar Kirkan, que “se ocupava de planejar os ataques contra o Ocidente”, disse um porta-voz do Pentágono, o capitão de navio Jeff Davis.

“Estava durante muito tempo cumprindo o papel de mensageiro da Al-Qaeda na Síria. Tinha vínculos com os chefes desta organização, incluindo o próprio Osama bin Laden, e foi o planejador na Síria de ataques no exterior”, disse Davis, que não deu detalhes sobre estes atentados.

Em semanas recentes, o Pentágono dirigiu ataques contra altos comandos da Al-Qaeda no Afeganistão.

As autoridades não confirmaram nenhuma morte, mas disseram de maneira privada que os ataques mataram Faruq al-Qahtani, emir da Al-Qaeda para o nordeste do Afeganistão, e a seu vice, Bilal Al-Utabi.