EUA: Gingrich desiste de candidatura presidencial

Essa saída deixa apenas Ron Paul, congressista do Texas que representa a facção liberal do partido, na corrida contra o favorito Mitt Romney

Arlington – O ex-presidente da Câmara dos Representantes e pré-candidato republicano Newt Gingrich deixou nesta quarta-feira a disputa pela indicação presidencial de seu partido, mas se comprometeu a assumir o papel de “cidadão ativo”.

“Hoje suspendo a campanha. Suspender a campanha não significa suspender minha cidadania”, disse Gingrich durante um discurso em Arlington, subúrbio de Washington, no estado da Virgínia.

Essa saída deixa apenas Ron Paul, congressista do Texas que representa a facção liberal do partido, na corrida contra o favorito Mitt Romney.

Gingrich venceu apenas duas primárias desde o início da competição em cada estado em janeiro – em seu estado-natal, Geórgia, e na Carolina do Sul – e ficou em terceiro lugar na briga para disputar a eleição com o presidente Barack Obama em novembro.

O ex-senador americano Rick Santorum saiu da disputa no mês passado.

Paul ficou em quarto nas primárias e não tinha chance de alcançar Romney, que já lançou sua campanha contra o candidato democrata.

Gingrich, forte crítico de Romney durante a disputa pela candidatura, afirmou que ele é de longe a melhor alternativa a Obama, que busca o segundo mandato.

“Sobre a presidência, sou questionado algumas vezes – o Mitt Romney é suficientemente conservador? Minha resposta é simples – comparado a Barack Obama?”, disse Gingrich.

“Esta não é uma escolha entre Mitt Romney e Ronald Reagan. Esta é uma escolha entre Mitt Romney e o presidente mais radical, mais esquerdista da história americana.”