EUA criam 151 mil empregos em outubro

Esta é a primeira vez, desde maio, que há geração de vagas, graças ao setor privado, que criou 159 mil empregos

Washington – A economia dos Estados Unidos criou 151 mil postos de trabalho em outubro, informou hoje o Departamento do Trabalho do país. Esta é a primeira vez, desde maio, que há geração de vagas, graças ao setor privado, que criou 159 mil empregos. Economistas esperavam a criação de apenas 60 mil postos de trabalho em outubro.

O dado de setembro foi revisado pelo Departamento do Trabalho para um corte de 41 mil vagas – menos que a eliminação de 95 mil postos de trabalho estimada originalmente. Os números do setor privado nos dois meses anteriores foram revisados em alta. Os empregadores acrescentaram 107 mil vagas em setembro e 143 mil em agosto, em comparação com os cálculos anteriores de 64 mil e 93 mil, respectivamente.

O relatório sobre o mês de outubro também mostrou que o governo eliminou 8 mil vagas, em decorrência de cortes nos municípios. Cerca de 6,2 milhões de norte-americanos, ou 42% da população desempregada dos EUA, estão sem trabalho há mais de seis meses. O número médio de horas trabalhadas por semana aumentou para 34 3 em outubro ante setembro.

Já o salário médio por hora aumentou US$ 0,05, para US$ 22,73, o que ajuda a dar suporte para os gastos dos consumidores. Responsável por 70% do Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA, o consumo das famílias cresceu no terceiro trimestre, ajudando a sustentar a economia do país.

Taxa de desemprego

A taxa de desemprego nos EUA permaneceu em 9,6% em outubro, o mesmo nível registrado em setembro, informou o Departamento do Trabalho. O índice era esperado pelos economistas. A taxa de desemprego está acima de 9% desde maio de 2009. As informações são da Dow Jones.