EUA condena plano norte-coreano de lançar um satélite

A Coreia do Norte anunciou o lançamento após se comprometer com os EUA a impor uma moratória de seus programas nucleares e de mísseis em troca de ajuda alimentar

Washington – A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, condenou nesta sexta-feira o ‘altamente provocativo’ anúncio norte-coreano de planejar lançar um satélite com um foguete de longo alcance, já que ‘viola suas obrigações internacionais’.

‘Um lançamento de um míssil dessas características seria uma ameaça para a segurança regional e seria inconsistente com o compromisso norte-coreano para se abster de lançamentos de projéteis de longo alcance’, disse a secretária de Estado em seu comunicado.

‘Pedimos à Coreia do Norte que se atenha a suas obrigações internacionais, incluindo as resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas. Estamos em consultas com nossos parceiros internacionais para determinar os próximos passos’, afirmou Clinton.

A secretária de Estado considerou que esse lançamento ‘sem espaço para dúvidas’ viola as resoluções 1718 e 1874 das Nações Unidas nas quais o regime de Pyongyang está proibido de desenvolver o ‘uso de sua tecnologia de mísseis balísticos’.

A Coreia do Norte anunciou nesta sexta-feira através de sua agência ‘KCNA’ que lançará um satélite usando um foguete de longo alcance em abril por causa do centenário de nascimento do fundador do país, Kim Il-sung, comemorado em 15 de abril.

O anúncio acontece justo após a Coreia do Norte, sob a nova liderança de Kim Jong-un após a morte de seu pai em dezembro, se comprometer com os Estados Unidos a impor uma moratória de seus programas nucleares e de mísseis em troca de ajuda alimentar.

Como aconteceu em abril de 2009, quando a Coreia do Norte afirmou ter colocado em órbita um satélite com um foguete similar a um míssil Taepodong-2 de longo alcance, os Estados Unidos e a Coreia do Sul consideram que os supostos interesses científicos norte-coreanos são um esconderijo para seu desenvolvimento armamentista.

O satélite de comunicações Kwangmyongsong-2 de 2009 nunca entrou em órbita, segundo os serviços de inteligência da Coreia do Sul e dos Estados Unidos, que afirmaram que o satélite caiu ao mar sem alcançar seu objetivo.

De acordo com a agência estatal norte-coreana ‘KCNA’, o lançamento será realizado junto ao Mar Amarelo perto da fronteira norte-coreana com a China, entre os dias 12 e 16 de abril, e o satélite norte-coreano será impulsionado pelo foguete portador Unha-3.