EUA atacam reduto do Estado Islâmico perto de Bagdá

As Forças Armadas dos EUA disseram que os ataques destruíram cinco jipes e veículos blindados e um posto de controle do Estado Islâmico perto da barragem

Tbilisi – As Forças Armadas dos Estados Unidos iniciaram uma nova fase da campanha contra os militantes do Estado Islâmico (EI), grupo anteriormente chamado de Estado Islâmico do Iraque e do Levante (EIIL), ao lançarem ataques aéreos contra extremistas sunitas que ameaçam uma importante barragem iraquiana.

Aviões norte-americanos atingiram combatentes do grupo perto da barragem de Haditha, um local estratégico no reduto sunita a noroeste de Bagdá, de acordo com o contra-almirante John Kirby, secretário de imprensa do Pentágono. As Forças Armadas dos EUA disseram que os ataques destruíram cinco jipes e veículos blindados e um posto de controle do Estado Islâmico perto da barragem.

Os ataques levaram pela primeira vez o conflito aéreo para os redutos sunitas perto de Bagdá. Líderes sunitas na província de Anbar vêm pedindo ajuda aos EUA na luta contra as forças do EI. Até agora, os ataques norte-americanos em grande parte focavam na luta contra combatentes do Estado islâmico no norte do Iraque.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e sua equipe de segurança nacional estão tentando criar uma aliança global para destruir as forças do Estado Islâmico que controlam grandes partes do Iraque e da Síria. Na sexta-feira, França, Turquia, Reino Unido e outros seis países concordaram se juntar aos EUA em uma guerra global contra as forças do EI que pode se estender por anos. Desde o início de agosto, os EUA já realizaram mais de 135 ataques. Fonte: Dow Jones Newswires.