EUA anunciarão mais ajuda à oposição síria

O anúncio será feito em reunião do grupo "Amigos da Síria", que contará com a participação de ativistas sírios

Nova York – A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, anunciará nesta sexta-feira o envio de mais ajuda humanitária e à oposição síria durante uma reunião do grupo “Amigos da Síria“, que contará com a participação de ativistas deste país e pela primeira vez do Iraque.

Hillary aproveitará o encontro para anunciar mais assistência econômica dos Estados Unidos “tanto à oposição política como na área humanitária”, segundo antecipou um alto funcionário americano, que pediu o anonimato.

A ajuda tem o objetivo de melhorar a formação dos ativistas políticos não armados, dentro e fora da Síria, para gerir os recursos no país e preencher os “vazios” organizacionais que vão se criando “à medida que o regime sírio perde poder”, explicou a fonte.

O encontro será o primeiro dos “Amigos da Síria” desde 6 de julho, quando os 90 membros grupo se reuniram em Paris. Desta vez, porém, poucos países participação dos debates, apenas um “grupo pequeno das nações mais ativas nos assuntos de assistência humanitária”.

Não haverá representantes dos grupos armados da Síria. Até agora, o governo americano forneceu US$ 25 milhões em material aos rebeldes, e uma assistência humanitária avaliada em US$ 76 milhões.