Estas são as ameaças que estão tirando o sono dos europeus

Os europeus estão indo às urnas escolher a nova composição do Parlamento Europeu. Veja quais são as principais preocupações na região

São Paulo – Os países-membros da União Europeia estão nas urnas desde a quinta-feira, 23 de maio, quando foi dado o início às eleições para o Parlamento Europeu, uma das instituições mais poderosas do bloco. E são as ameaças representadas pelas mudanças climáticas e o grupo extremista Estado Islâmico as que estão tirando o sono dos europeus.

É o que revelou uma pesquisa conduzida pelo Pew Research Center, centro de pesquisas dedicado ao estudo de diversos temas de impacto regional e global.

O levantamento, que foi divulgado no começo de 2019, abrange dez países, como Alemanha, França, Itália, Holanda, Polônia e Reino Unido, que está em processo de saída do bloco. Veja abaixo:

Embora a maior preocupação na cabeça dessas pessoas seja mudanças climáticas e atividade terrorista, na Holanda, por exemplo, a ameaça considerada mais urgente foi a de ciberataques.

A Polônia, por sua vez, citou a influência e o poder da Rússia como tal. Pudera: o país faz fronteira com o território da Rússia e é imediatamente afetado por qualquer ação.

Veja também

A pesquisa também focou nas ameaças de acordo com cidadãos do Canadá, Estados Unidos e Rússia. Os primeiros também posicionaram as mudanças climáticas como maiores ameaças ao seu país, enquanto os americanos citaram ciberataque.

Do lado dos russos, a grande preocupação é o Estado Islâmico, grupo que é formado por combatentes de diferentes países, inclusive de países da ex-repúblicas da União Soviética.