Estado Islâmico diz ter abatido avião russo no Egito

No Twitter, ramo egípcio do grupo jihadista Estado Islâmico afirmou ser o responsável pela queda do avião fretado russo que caiu e matou 224 pessoas

O ramo egípcio do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) afirmou neste sábado no Twitter ser o responsável pela queda do avião fretado russo que caiu no Sinai egípcio, causando 224 mortes.

“Os soldados do Califado foram capazes de derrubar um avião russo na província do Sinai que transportava mais de 220 cruzados que foram todos mortos”, afirma o grupo extremista em um comunicado publicado em suas contas no Twitter, indicando que agiu em retaliação à intervenção russa na Síria.